LUA ATRAVESSADA - Márcia Leite - poesia bilingue (português/espanhol)

LANÇAMENTO DIA 07 DE SETEMBRO 13, durante a XVI Bienal Internacional do Livro/RJ, no Riocentro, Pav. Verde, Av. Stanislaw Ponte Preta, Estande Q21, das 13 às 14:30h, Barra da Tijuca, Rio de Janeiro, Rio/RJ.

 

Lua atravessada

A lua oblíqua descansa
sobre a pedra do Hierofante.
Atravessada nos sonhos de Afrodite,
ela repousa sua fase obscura
entre espumas segredos e amantes

Luna atravesada

La luna oblicua descansa
sobre la piedra del Hierofante;
atravesada en los sueños de Afrodita
ella reposa su fase oscura
entre espumas, secretos y amantes.

Um livro belíssimo, feito de paixão, confissão e sabedoria. Labirinto de desejos e afetos, paixão pelas palavras e pelo Ser, confluência entre amor e erotismo que se traduz na economia verbal ambígua e provocadora e aponta para um locus  específico “entre espumas segredos e amantes.”  Poesia densa, madura, descentrada, oblíqua, e, como diz a própria autora, “fruto de muitas outras” poesias, de “muitos poemas derramados”.
Figuras universais, atemporais, resgatadas do mundo poético se misturam na composição de um simbolismo ascensional de segredos e paixões que têm a lua como metáfora do limite, como modalidade de interrogação do processo figural, como máquina de fazer versos,  feiticeira que penetra os segredos, traz os lamentos suicidas romanceiros e atravessa a infância do poema.

Veneza, 8 de junho de 2013
Maria Aparecida Rodrigues Fontes
Profa. Università Degli Studi di Bologna



Mais informações pelo e-mail: oficinaeditores@oficinaeditores.com.br

VOLTAR